Estado vai avaliar qualidade do ensino médio em SC

Estado vai avaliar qualidade do ensino médio em SC

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

 

Com atraso de um ano, a Secretaria de Estado da Educação (SED) vai avaliar o ensino médio da rede estadual em Santa Catarina. A avaliação de impacto era para ter sido iniciada em 2017, quando o Ensino Médio Integral em Tempo Integral (Emiti) começara a ser implementado, mas a pasta não conseguiu vencer etapas burocráticas a tempo. Mesmo assim, o programa que aumenta a jornada de ensino foi ampliado e, neste ano, estará presente em 30 escolas. 

— A gente teve problema burocrático, de licitação, para realização da avaliação de impacto.  Agora já está tudo encaminhado. Fizemos uma webconferência na semana passada para preparar os aplicadores e iniciar os trabalhos no âmbito das escolas — justifica o secretário estadual de Educação, Eduardo Deschamps, que concedeu coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 5. 

Em contrapartida, o primeiro ciclo de avaliação do ensino médio da rede estadual vai contemplar três formatos do ensino médio no Estado. Além do Emiti, o propedêutico (regular) e o Inovador foram incluídos na análise, que vai contemplar 126 escolas. 

O objetivo é produzir indicadores de proficiência, monitorar os programas em desenvolvimento e resultados para o planejamento de políticas e ações estratégicas voltadas à melhoria da qualidade de ensino, segundo a SED. Os alunos serão testados em provas nas quatro áreas do conhecimento: Linguagens e suas Tecnologias, Matemáticas e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Também serão aplicados questionários contextuais — socioeconômico para todas as escolas e socioemocional para as escolas com ensino médio em tempo integral. 

A avaliação vai até 2020. Neste primeiro ano, participam em março 11,6 mil estudantes matriculados na primeira série do ensino médio. A segunda etapa acontecerá no final do ano letivo de 2018, quando os mesmos alunos serão avaliados. Por fim, os mesmos jovens serão testados ao final da 2ª série e da 3ª série do ensino médio, em 2019 e em 2020, respectivamente. 

 

Por Gabriele Duarte 

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE