Temer se diz vítima de "perseguição" após jornal citar indícios de lavagem de dinheiro

Temer se diz vítima de

Foto: EVARISTO SA / AFP

 

O presidente da República, Michel Temer fez nesta sexta-feira (27) um pronunciamento de aproximadamente 10 minutos em que afirmou que ser vítima de uma perseguição criminosa e que os ataques feitos recentemente a ele e à sua família são de natureza "moral", os quais não ficarão "sem resposta".

— Sei me defender, especialmente defender minha família e meus filhos — destacou.

Segundo ele, pessoas de má-fé fazem ilações com o propósito de desestabilizar a figura do presidente a República. De acordo com Temer, ataques não surtirão efeitos, porque a imagem externa do Brasil é positiva e conta com a admiração de líderes estrangeiros.

A reação do presidente é motivada por informações publicadas na imprensa sobrerecursos que teriam sido usados em reformas e aquisição de imóveis da família Temer.

Pouco antes da reunião com o presidente do Chile, Sebastián Piñeira, Temer afirmou que a admiração em torno do Brasil envolve os avanços na economia, como a queda de juros.

 

Por Agência Brasil

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE