Procuradoria Regional Eleitoral pede revisão da sentença no processo de compra de votos nas eleições de 2016 em Aurora

 

Procuradoria Regional Eleitoral pede revisão da sentença no processo de compra de votos nas eleições de 2016 em Aurora.

Segundo o pedido a prova deve ser considerada lícita e pede que a sentença de primeiro grau onde o prefeito e o vice foram cassados deve ser cumprida.

As informações na reportagem de Vanessa Montibeller, correspondente da Sintonia na Capital do Alto Vale.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE