Torre de energia elétrica é derrubada no Alto Vale

O ato aconteceu na noite desta terça-feira (29), mesma data em que foi derrubada uma torre de Otacílio Costa.

Torre de energia elétrica é derrubada no Alto Vale

Fotos: Divulgação / Reprodução / DAV

 

Na noite desta terça-feira (29), por volta das 23h, um ato de vandalismo foi registrado em uma das torres de energia elétrica da Celesc no Alto Vale. De acordo com o chefe da Agência Regional da Celesc de Rio do Sul, Manoel Arisoli Pereira, a ação derrubou a torre de energia elétrica, que liga a linha de transmissão entre Rio do Sul e Presidente Getúlio.

Essa rede atende a subestação de Presidente Getúlio que além de atender o município, distribui energia elétrica ainda para os municípios de Dona Emma, Vitor Meireles e Witmarsum. “São cerca de dez mil clientes. Esses quatro municípios ficaram apenas 20 minutos sem energia elétrica. A Celesc fez o processo de recursividade e os municípios foram atendidos através da subestação de Ibirama”, disse Manoel.

Agora a Celesc vai aproveitar o feriado para começar o trabalho de reconstrução da rede. Do ponto de vista de prejuízos para a comunidade o impacto foi mínimo, o prejuízo mesmo é da Celesc para reconstrução da torre.

Sobre valores do prejuízo, Manoel não soube precisar mas disse que será algo em torno dos R$ 500 mil para reestruturação da torre. Investigações serão feitas para averiguar o acontecido.

 

Otacílio Costa

Cabos de sustentação de torre foram danificados em Otacílio Costa

(Foto: Eletrosul/Divulgação)

 

Uma torre de transmissão de energia elétrica de Otacílio Costa, na Serra catarinense, caiu na madrugada de terça-feira (29). A suspeita é que a estrutura tenha sido derrubada por atos de vandalismo. O Exército e a polícia colaboraram prestaram apoio para o transporte das peças para o conserto. Não houve falta de energia nas cidades abastecidas pela linha, pois o sistema trabalha com rede de compensação.

Dois pontos de sustentação foram afetados, nos cabos da torre. A linha de transmissão é de 525 kV e vai de Abdon Batista, no Oeste, até Biguaçu, na Grande Florianópolis. De acordo com a Eletrosul, a linha permanece fora de operação e opera com apoio de um sistema complementar de transmissão de energia.

 

Por Elisiane Maciel

Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE