Cravil contabiliza pelo menos R$ 600 mil em prejuízos por conta da greve dos caminhoneiros

Cooperativa deixou de faturar, se somados números da Fábrica de Rações, das Unidades de Arroz e Cereais e filiais de consumo R$ 4,8 milhões

Cravil contabiliza pelo menos R$ 600 mil em prejuízos por conta da greve dos caminhoneiros

Divulgação

A soma de perdas registradas pela Cravil durante o período em que ocorreu a manifestação liderada pelos caminhoneiros ultrapassou os R$ 619 mil. Em relação ao que a Cooperativa deixou de faturar, se somados números da Fábrica de Rações, das Unidades de Arroz e Cereais e filiais de consumo (Loja Agrícola e Supermercados), o valor é de R$ 4,8 milhões. 

A paralisação dos transportes teve reflexos diretos em toda a cadeia produtiva e, segundo o presidente da Cravil, Harry Dorow, eles serão sentidos ao longo dos próximos meses. “A produção deve normalizar em até 30 dias, mas os números que representam o resultado da Cooperativa, esses já foram afetados. Nos resta agora é trabalhar para tentar amenizar um pouco deste prejuízo”.

A Cravil teve complicações no recolhimento de leite, paralisação na produção de arroz e também de rações, problemas com o escoamento de grãos e na distribuição de mercadorias para as filiais e associados.

Detalhes na entrevista de Adriane Rengel.

 

Autor Texto: Assessoria Cravil

Autor Audio: Adriane Rengel

Outras Notícias

PUBLICIDADE